Filipa de Vilhena

Mais informados, mais capazes, mais livres.

Projeto de Educação para a Saúde

O Projeto de Educação para a Saúde tem, em contexto escolar, um papel interventivo na educação para a saúde, isto é, desenvolve atividades que permitem dotar as crianças e os jovens, de conhecimentos, atitudes e valores para os ajudar a fazer opções e a tomar decisões adequadas à sua saúde e ao seu bem-estar físico, social e mental, bem como à saúde dos que os rodeiam.

Ao longo do ano letivo comemoram-se dias alusivos às áreas temáticas previstas na lei, Saúde mental e Prevenção da violência, Educação alimentar e atividade física, Prevenção dos comportamentos aditivos e dependência. As atividades realizadas passam por concursos, a saber “Salada mais saudável e mais colorida”, “Concurso de Sopas” “Esculturas de Fruta”, “Dinamização de Pequeno-almoço Saudável”, “Bolo Saudável”, pela dinamização de uma “Semana da Saúde” com atividades diversas e com rastreios de saúde e pela organização de congressos “PARTYcipa Escola Livre de …”.

As atividades são sempre destinadas a todos os membros da comunidade educativa.

As parcerias são diversas, nomeadamente restaurantes envolventes, ACES Oriental, USFFG, Farmácias da cidade, Curso de Audiologia da Escola Superior de Saúde, Opticália, Encarregados de Educação e avós dos alunos, Compal, Nobre, Paupério